O Bayern Munique conquistou a Supertaça da Alemanha graças a um triunfo por 2-0 frente ao Borussia Dortmund. Arturo Vidal e Thomas Muller marcaram os golos na etapa complementar.

Triste desfecho para o Borussia e para a grande maioria dos 81360 adeptos que lotaram o Signal Iduna Park, em Dortmund.

Carlo Ancelotti inicia com o pé direito a sua aventura no Bayern Munique.

O Borussia Dortmund chegou a ameaçar seriamente o golo, sobretudo na primeira parte, quando se superiorizou ao adversário e parece tomar conta do encontro. Aubameyang falhou a melhor oportunidade da formação orientada por Thomas Tuchel.

Sobrevivendo à melhor fase do adversário, o Bayern conseguiu ainda assim estar pertíssimo do golo. Arturo Vidal desperdiçou uma oportunidade flagrante, quando a sua equipa não justificava a vantagem.

Nota ainda para uma disputa de bola entre Franck Ribery e Felix Passlack, ao minuto 29, em que o francês parece agredir o adversário e justificar dessa forma a expulsão. O árbitro decidu apenas mostrar o amarelo aos dois jogadores.

O intervalo terá feito bem ao Bayern Munique, que marcou poucos minutos após o reatamento. Thomas Muller descaiu para a direita e serviu Lewandowski. Este tocou a bola, tentou rodar mas surgiu Vidal para um remate frontal. Burki ainda defendeu a primeira tentativa mas o médio fez a recarga e inaugurou o marcador.

Em desvantagem no marcador, o Borussia Dortmund procurou aumentar a pressão sobre o rival mas foi perdendo clarividência e seria o Bayern a marcar novamente, ao minuto 79.

Na sequência de um pontapé de canto, Hummels desviou de cabeça e Thomas Muller – sempre no sítio certo – agradeceu para fixar o resultado final.

Renato Sanches assistiu de fora ao triunfo do Bayern Munique, Raphael Guerreiro foi suplente não utilizado no Borussia Dortmund.