Fernando Torres: “Venderam-me como uma traição”

Fernando Torres falou sobre a controversa transferência do Liverpool para o Chelsea, cinco anos depois do ingresso nos “blues”, assegurando que foi injustiçado pela forma como trataram da sua saída. Em declarações publicadas num livro sobre jogadores históricos dos “reds”, escrito por Simon Hughes, o agora avançado do Atlético de Madrid conta que o adeus ao Liverpool se deveu a uma conversa com os donos do clube, em que lhe disseram que pretendiam construir um projeto a longo prazo.

“Eu tinha 27 anos e não tinha tempo para projetos largos, tinha pressa por ganhar”, afirmou o ponta de lança espanhol.

Torres garantiu ainda que a saída do clube de Anfield Road foi acordada com a conivência da direção do Liverpool, que começou a negociar em privado com o Chelsea. “Venderam-me como uma traição, mas não foi o que falámos. O Liverpool não podia admitir que se equivocaram com o projeto e foram em busca de um culpado”, rematou

3